A utilização da técnica Laser Scanner 3D para a produção de modelos e réplicas de peças arqueológicas é realidade no Brasil, fruto de parceria firmada entre a Zanettini e a empresa canadense Up3D. Conheça os resultados e aplicações dessa tecnologia para fins científicos, conservação e educação.






Conteúdo não disponível para ser visualizado no navegador internet explorer, para visuzalizar o conteúdo faça o download de outro navegador:

Download Google Chrome


Download Firefox

Como não poderia deixar de ser, a Zanettini Arqueologia - enquanto empresa necessariamente comprometida com as questões ambientais, vem assumindo e implantando há uma década as chamadas boas práticas, relacionadas à utilização de recursos que necessita, bem como adotando processos voltados à correta destinação dos resíduos que gera cotidianamente dentro de seu escopo de atividades.

Entretanto, uma das mais importantes contribuições da empresa no campo da sustentabilidade, num amplo senso, têm sido a proposição e desenvolvimento, em interação com seus clientes, de projetos e ações concretas visando à valorização e utilização qualificada dos recursos culturais.

Pode a Arqueologia contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e equilibrada? O patrimônio cultural pode ser uma das molas propulsoras do desenvolvimento sustentável?
A Zanettini Arqueologia acredita que sim.

O patrimônio cultural e, mais especificamente, o patrimônio arqueológico constitui-se em uma ferramenta dinâmica, por meio da qual a comunidade pode olhar para si mesma, para suas potencialidades e oportunidades.

Assim, entende-se que a sustentabilidade, enquanto conceito sistêmico, envolve necessariamente a proposição de linhas de ação devotadas à salvaguarda e socialização de recursos culturais de uma determinada comunidade em benefício de seu aprimoramento como um todo, dentro de uma perspectiva cidadã.

Nessa perspectiva, para que um empreendimento humano seja considerado sustentável, é preciso que seja ecologicamente correto, economicamente viável, socialmente justo e culturalmente diverso.

Um projeto que espelha nossa visão de sustentabilidade é o Programa Catavento, a cargo da empresa Renova Energia, em desenvolvimento na região do Alto Sertão baiano, com o apoio do BNDES.

Nesse programa, a Zanettini Arqueologia é responsável pela construção do Plano Museológico do Museu do Alto Sertão da Bahia, um museu de território que visa integrar diversos agentes, instituições e segmentos sociais para o desenvolvimento sustentável do território, a partir de uma ação descentralizada, pautada nos recursos culturais.

Mais do que o resultado final aguardado, o processo participativo em andamento vem potencializando discussões em torno dos valores das comunidades envolvidas numa região em franca transformação econômica.